“Ocupa BU” é cancelado, mas audiência deve debater soluções

Texto: Natália Duane (nataliaduanedesouza@gmail.com)

A Ocupação da Biblioteca  foi cancelada.  Agendada através de um evento no facebook para acontecer  hoje às 12h30, a  manifestação propunha aos estudantes entrar na biblioteca, pegar um livro e estudar. Mas,  foi substituída por audiência no auditório do Centro de Eventos no mesmo horário. A decisão ocorreu após uma conversa entre o organizador do evento – aluno de química da UFSC, Eduardo Beltrame – com a reitora, vice-reitora o chefe de gabinete na tarde de ontem.

Para Beltrame,  a ocupação alcançou o objetivo: “Os estudantes sequer precisam entrar na biblioteca para que a manifestação seja bem sucedida. O mais importante é atrair uma publicidade para o problema, e colocar a reitoria numa saia justa”. O aluno de química enviou email à administração central solicitando esclarecimentos aos estudantes, que estão desde 17 de março sem os serviços. Foi também requisitado informações sobre o número de servidores trabalhando no local e quantos desses são terceirizados.

A reitoria emitiu um comunicado enfatizando que não pode desrespeitar o direito de greve dos servidores técnico-administrativos. Também é relembrado que o Diretório Central dos Estudantes, como entidade representante dos discentes,  publicou nota de apoio aos servidores. No final do texto, é firmado o compromisso de levar novamente a questão ao Comando Local de Greve.

Há 78 dias os servidores técnicos administrativos da UFSC estão em greve, em conformidade com a indicação da Federação dos Sindicatos (FASUBRA). Serviços como a Biblioteca e Restaurante Universitário foram paralisados, e o horário de atendimento em alguns setores da universidade foi reduzido.

Mais matérias:

Confira alternativas à BU em Florianópolis.

Foi disponibilizado aos estudantes o restaurante do Centro de Ciências Agrárias. Confira em vídeo o trajeto que alunos fazem para almoçar no local.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.