“Sarau das Minas” traz música, arte e reflexão para o CCE

Texto: Beatriz Santini
Fotos: Laís Souza, Rosângela Menezes e Júlia Orige

Sábado de tarde, o Varandão do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC se tornou palco para o Coletivo Jornalismo sem Machismo. O “Sarau das Minas”, organizado pelas mulheres do Coletivo, reuniu cerca de 200 pessoas, que vieram prestigiar as apresentações musicais, dançar, cantar, e apoiar a luta do Coletivo.

A decoração do evento, com um varal de desenhos e poesias, e cartazes com depoimentos pessoais das participantes do grupo, ofereceu aos convidados uma oportunidade de reflexão acerca dos diversos problemas e situações da sociedade machista em que vivemos. Veja mais:

[widgetkit id=8391]

Leia mais sobre o Coletivo Jornalismo Sem Machismo aqui no Cotidiano.

Um comentário em ““Sarau das Minas” traz música, arte e reflexão para o CCE

  • 15 de abril de 2015 em 18:41
    Permalink

    Me desculpa, mas esse texto não tem nada de imparcial, né? Parece até que a autora faz parte desse “coletivo” — estou certa? Ou certx, como vocês preferem. “Acerca dos diversos problemas e situações da sociedade machista em que vivemos”. Quem disse que nossa sociedade é machista, de onde você tirou isso? Pode até ser, mas você, como repórter, e não como mulher/feminista, deve contextualizar isso. E me diz uma coisa: pra quê serve esse “coletivo”? Só pra reclamar da vida da mulher, pra vitimizar a mulher, pra postar fotos no Facebook? De que adianta se reunir pra discutir assunto em particular e, em público, só divulgar fotos e mostrar “muito amor” pelxs outrxs? Vocês são jornalistas, poxa! Façam reportagens, permitam o debate do assunto! Feminismo é ótimo, é importante. Mas vocês, que não conseguem discutir o assunto sem ironia e desrespeito, não são um bom exemplo. Obrigada!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.