Praias de Florianópolis têm diferentes atrações turísticas no verão

Texto: Matheus Alves (matheusalvesdealmeida@gmail.com)

Fotos: Bruna Andrade (brunandrade92@gmail.com), Luize Ribas (luizeribas@gmail.com) e Matheus Alves (matheusalvesdealmeida@gmail.com)

Com a chegada do verão, turistas e moradores lotam as praias de Florianópolis em busca de diferentes programas.

No extremo sudeste da Ilha, a Praia do Saquinho fica isolada por uma trilha asfaltada de 1,3 quilômetros. Não possui energia elétrica, mas há casas de pescadores e um pequeno bar. O mar é gelado e forte, atraindo poucos aventureiros e corajosos. A faixa de areia é estreita. Grupos acampando no local comumente colhem e cozinham os mariscos das pedras que delimitam os cantos da costa.

[widgetkit id=7529]

A charmosa vila de Santo Antônio de Lisboa reúne alguns dos mais famosos restaurantes da Ilha de Florianópolis. As ruas estreitas são preenchidas por construções de arquitetura colonial portuguesa, casas antigas que foram transformadas em lojas de presentes e bares. O Pôr-do-Sol com vista para o continente e para os barcos de pescadores que lotam o mar de santo Antônio são outros atrativos do bairro que parece viajar no tempo.

[widgetkit id=5996]

Localizada no Norte da ilha, a Praia dos ingleses é um dos destinos mais lotados durante o verão de Florianópolis. Com cinco quilômetros de extenssão, possui partes diferentes para vários gostos. Ao Norte, as ondas quebram mais fortes e atrai surfistas. Familias com guarda-sóis preferem a parte Sul, com mar mais calmo e bares na areia. Duas trilhas partem de pontos distintos rumo as vizinhas Praia Brava e Praia do Santinho.

Praticantes de sandboard (esporte que consiste em descer dunas equilibrando-se em uma prancha pequena) divertem-se com a maior formação de montanhas de areia da Ilha.

[widgetkit id=7707]

A faixa larga de areia da Praia da Armação do Pântano do Sul possui 2,5 quilômetros de extensão, com restaurantes e bares onde os turistas podem comer suas refeições de frutos do mar e peixes com os pés na areia. O mar é utilizado tanto por pescadores artesanais quanto por surfistas atraídos pelas ondas agitadas. A praia está próxima da Lagoa do Peri, e é de onde saem os barcos fretados que levam para turismo na Ilha do Campeche. Uma das trilhas que levam a Praia da Lagoinha do Leste também partem da Armação.

[widgetkit id=7445]

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.