Estado de greve na Comcap atrasa coleta de lixo na UFSC

Texto: Matheus Alves

Fotos: Guilherme Longo

O campus da Universidade Federal de Santa Catarina na Trindade, assim como diversos bairros de Florianópolis, não teve o serviço de coleta de lixo realizado no horário usual. As caçambas e as lixeiras ao redor da universidade estão cheias, aguardando os caminhões que saíram atrasados da sede da Comcap (Companhia Melhoramentos da Capital) devido a Assembleia Geral do Sindicado dos Trabalhadores no Serviço Público de Florianópolis (Sintrasem). Os funcionários não pararam suas atividades, mas estão em estado de greve até a próxima assembleia na terça-feira, 30.

O Sintrasem apresentou uma carta-ofício com questionamentos pontuais a administração da empresa. De acordo com Márcio Bittencourt, diretor financeiro do Sindicato e motorista da Comcap, os funcionários tiveram seus horários e locais de trabalho alterados sem consulta ou discussão, bem como punição aplicada a funcionários sem investigação prévia adequada.

O estado de greve permanece até a conclusão da negociação com a diretoria da Comcap, prevista para o dia 30 de setembro. Caso haja divergências entre a empresa e o Sindicato, Mauricio Bittencourt não descarta a possibilidade de uma greve. A assessoria de imprensa da Comcap informou que a diretoria está aberta ao diálogo e  aguarda pela reunião.

 

[widgetkit id=6458]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.