Depois do samba

Texto e fotografia por Matheus Vieira (matheusjorvieira@gmail.com)

Movimentando a economia da capital Rio de Janeiro com uma receita de 3,78 bilhões de reais, o Carnaval carioca se mantém uma das principais expressões nacionais desta que é considerada a principal festa brasileira — quiçá do mundo. Ainda assim, após o gran-fervo a festa só volta com força às páginas de jornais na transição do final do ano para o começo do conseguinte, numa cobertura de expectativas para com os temas a serem anunciados. Nisso, pouco se fala sobre o que ocorre logo após que o ano realmente começa.

O Cotidiano UFSC foi até a Cidade do Samba, no centro do Rio, mais especificamente ao barracão da Vila Isabel — como é chamado o depósito/oficina de uma escola de samba —, terceira colocada em 2019, com 269,4 pontos. O que há menos de dois meses fazia parte de uma narrativa complexa sobre a história da cidade de Petrópolis, indo do período imperial até a contemporaneidade, agora é um emaranhado de peças e alegorias cujo fim ainda será averiguado. O Co-diretor da Escola de Samba detalhou o cronograma do desmanche.

Acompanhe o fotográfico produzido:

 

Assim que o Carnaval acaba, começa a etapa de recolhimento de alegorias e fantasias para o barracão. As fantasias demoram a chegar, pois ficam espalhadas pelas diferentes quadras da Escola de Samba, tornando necessário um anúncio na internet, o qual costuma ficar no ar durante o mês de férias da equipe, o qual neste ano se dá entre abril e maio.

Assim que o Carnaval acaba, começa a etapa de recolhimento de alegorias e fantasias para o barracão. As fantasias demoram a chegar, pois ficam espalhadas pelas diferentes quadras da Escola de Samba, tornando necessário um anúncio na internet, o qual costuma ficar no ar durante o mês de férias da equipe, o qual neste ano se dá entre abril e maio.

 

 

[widgetkit id=15773]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.