3000 famílias catarinenses exercem a apicultura

Texto e fotos: Luize Ribas (luizeribas@gmail.com)

Santa Catarina é o terceiro maior estado produtor de mel do país e cerca de 3000 famílias praticam a apicultura, geralmente como renda complementar. Apesar do mel ser uma das finalidades mais conhecidas das abelhas, elas também são utilizadas comercialmente na polinização de macieiras e outras árvores frutíferas e também para a fabricação de pólen, que pode ser usado como suplemento alimentar por ser rico em aminoácidos e tem propriedades que rejuvenescem as células .

O pólen não é tão explorado comercialmente e poucos produtores se dedicam a sua produção por seu processo ser mais complexo. Carlos José da Silva, apicultor de São José do bairro Santana, foi um desses produtores que arriscou e optou por vender pólen, pois também é mais lucrativo. Enquanto o quilo do mel é vendido por R$7, o do pólen é comercializado por R$35. Carlos possui três apiários e 200 colméias.

[widgetkit id=7690]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.