Florianópolis é a capital com a maior taxa de sucesso em financiamento coletivo

Written by cotidiano on . Posted in Arquivo, Geral, Hipermídia, Reportagens

Ilustração: Fotolia

Texto: Gabriela Damaceno (gktdamaceno@gmail.com)

Uma pesquisa divulgada pelo Catarse mostra que Florianópolis é a sexta capital com mais projetos, ficando atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte. Sem precisar de investimento de grandes empresas ou de apoio governamental,  52 dos 66 projetos cadastrados no Catarse atingiram a meta de arrecadação. Essa é a maior taxa de sucesso entre as capitais brasileiras. Os projetos patrocinados vão desde filmes, apoio à atletas e shows até invenções tecnológicas.

Conheça alguns projetos da capital catarinense

O documentário EU Maior, que mostra depoimentos de diversas personalidades sobre a busca da felicidade e auto-conhecimento, teve cerca de 40% do seu orçamento pago através de doações por meio de financiamento coletivo. Agora, o filme pode ser visto no cinema e a venda de ingressos também acontece pelo site Catarse. A cada contribuição de R$20 dá direito a um ingresso para a exibição prevista em cada cidade.

EU MAIOR – trailer from EU MAIOR on Vimeo.

Já a velejadora Larissa Juk conseguiu arrecadar mais de R$28 mil para compra de um barco novo para participar das Olimpíadas em 2016. Como está sem patrocínio, a atleta com títulos mundiais e sul-americanos decidiu entrar na plataforma de financiamento coletivo para viabilizar a sua participação. E quem mais colaborasse com o projeto teria como recompensa o batismo do nome do barco. No final do ano passado ela conseguiu todo o dinheiro e já comprou o barco novo.

 

Tem de tudo!

O que o financiamento coletivo (crowdfunding)?

É uma espécie de “vaquinha” pela internet. A ideia é que pessoas e empresas que se identificam com o projeto, seja artístico, ambiental ou social, contribuam financeiramente. O dono do projeto estabelece cotas de doações e recompensas. O interesse coletivo é o responsável pela viabilização das iniciativas, é o poder das pessoas no apoio a artistas, eventos, campanhas de solidariedade ou atletas.

Em 1997, esse sistema de financiamento foi utilizado pela primeira vez, para arrecadar dinheiro para a banda britânica Marillion. Com o valor arrecadado, o grupo conseguiu fazer três turnês.

Qual o segredo para ter um projeto bem sucedido?

Segundo o Catarse, os apoiadores levam em consideração na hora de escolher um projeto a transparência, a qualidade e a recompensa. Esses três aspectos são fundamentais para arrecadar o dinheiro necessário para colocar em prática a iniciativa. Uma boa campanha de divulgação e o apoio de amigos e familiares são características em comum dos que deram certo.

Arte: site Catarse

Arte: site Catarse

Arte: site Catarse

Arte: site Catarse

 

Quer saber mais sobre financiamento coletivo?

Abaixo uma lista com três e-books sobre o assunto:

1. The Crowdfunding Bible (by Scott Steinberg)

2. The Crowdfunding Revolution (by Kevin Lawton)

3. A vaquinha não foi pro brejo (por Marcela Donini) – *específico para financiamento coletivo voltado para o jornalismo