Última ação do projeto Corpo, Tempo e Movimento acontece neste sábado

O que é estar aqui?, sexta e última ação do Projeto Corpo, Tempo e Movimento, será no sábado, dia 2 de julho, nas dunas da Lagoa da Conceição, na Avenida das Rendeiras, às 14h30. A performance é um convite à partilha do espaço-tempo: as dunas são  caminhos a serem trilhados e reinscritos pelos presentes.

Após a ação, as artistas Diana Gilardenghi, Milene Duenha, Paloma Bianchi e Sandra Meyer e as pesquisadoras Ida Mara Freire, Lucila Vilela e Raquel Purper promovem uma conversa com os participantes, na Casa das Máquinas, às 16h30.

O projeto, realizado entre maio e julho de 2016, trata dos percursos e evocações da vida pessoal das bailarinas Diana e Sandra, das experiências coletivas e das contradições de uma cidade ilhada, cercada pelo mar. Além das dunas, as ações aconteceram em vários locais: no Teatro da Ubro (Centro), na Ponta do Coral (Beira-mar norte), Largo da Alfândega (Centro), Memorial Meyer Filho e na rua Tiradentes, no centro.

Segundo as bailarinas Paloma e Milene, “O processo criativo busca uma articulação de temas, de sensações e de movimentos, em relação aos ambientes, faz com que as ações sejam entrecortadas e afetadas pelo meio em que estão inseridas em espaços inscritos em si, marcados em sua própria estrutura, com vestígios de tempo e de memória”.

Fotos: Pedro Alípio

[widgetkit id=13144]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.