Jovens do MST participam de oficinas no jornalismo

 

Desde segunda-feira, 30, um grupo de 150 jovens e adolescentes de acampamentos e assentamentos do Movimento dos Sem-Terra do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul  está na UFSC para conhecer a universidade e partilhar experiências com estudantes, professores e servidores da universidade. Nesta quinta-feira, dia 02,  estiveram no Departamento de Jornalismo para participar de oficinas de jornalismo online, radiojornalismo, telejornalismo e fotografia., coordenadas por professores e ministradas por alunos de diversas fases da graduação em Jornalismo.


Maria Izabel da Rocha (16), Eliza Fran Romário ( 17) e Elvis Zavacki (16) se interessaram em conhecer a plataforma wordpress (própria para a publicação de blogs) e noções básicas de infografia baseada em ferramenta. Durante as três horas da oficina, criaram um blog com depoimentos sobre a viagem até Florianópolis e um infográfico com as principais informações sobre os assentamentos onde eles vivem – Assentamento Egídio Brunetto, em Rio Branco do Ivai,  no Paraná e  o 25 de maio, em Abelardo Luz, Santa Catarina.

 

 

Márcio Moreira Paz, Kamila Lopes, Andreia Siqueira e Keli Rodrigues de Oliveira decidiram participar da oficina de gerenciamento de mídias sociais. A página Juventude MST – Região Sul foi criada e eles passaram a tarde planejando e produzindo  conteúdo para publicação.  Os alunos fizeram entrevistas com participantes  de outras oficinas e publicaram o resultado na página.

 

[widgetkit id=12872]

Na oficina de fotojornalismo para internet os jovens aprenderam um pouco sobre composição fotográfica

 

[widgetkit id=12869]

 

O projeto “De Olho na Terra”, do  Laboratório de Educação do  Campo e Estudos da Reforma Agrária (LECERA), vinculado ao Centro de Ciências Agrárias (CCA) é o  reponsável pela vinda dos jovens e conta de uma equipe que engloba representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), da UFSC e do Ministério da Comunicações.

Entrevistado pelos jovens do MST,  o professor Carlos Augusto Locatelli, chefe do Departamento de Jornalismo, diz  que espera que cada vez mais os jovens do MST venham para a universidade e que as oficinas sejam um exercício de aprendizado mútuo.

Alunos do projeto www.cotidiano.ufsc.br que colaboraram com as oficinas:

Ana carolina Domingues – anadomingues.ufsc@gmail.com

Ana Luisa Nascentes – analuisapns@gmail.com

Fernanda Felizari – fernandaf3007@gmail.com

Gabriela Prestes – gabrielaprestesf@gmail.com

Malena Wilbert – malenawilbert@gmail.com

Marina Simões – marinasimoes31@gmail.com

Matheus Vieira – matheusjorvieira@gmail.com

Nahomie Laurore – nahomielaurore@gmail.com

Tiago Ghizoni – tiagos.ghizoni@gmail.com

Jovens MST que participaram das oficinas de jornalismo online

Andreia Siqueira

Elisa Fron Romario

Elvis Zavacki

Kamila Lopes

Keli Rodrigues de Oliveira

Marcio Moreira Paz

Maria Izabel da Rocha

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.