Fechamento do RU do campus da Trindade movimenta Restaurante do CCA

Texto: Amanda Casemiro (a.casemirof@gmail.com)

Fotos: Anna Paula Silva (annaeannap@gmail.com)

A greve dos servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) completará dois meses no próximo dia 28. Assim como a da Biblioteca Universitária, a interrupção do funcionamento do Restaurante Universitário (RU), desde o dia 4 de Junho, tem afetado a vida dos estudantes. Na busca de uma opção financeiramente em conta, quem decide não recorrer aos preços dos restaurantes ao redor da Universidade acaba escolhendo o Restaurante Universitário do Centro de Ciências Agrônomas (CCA), que é terceirizado.

Mas, diferente do que aconteceu na greve que do primeiro semestre de 2014, a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) não disponibilizou ônibus para o translado intercampi. Quem estuda no campus da Trindade tem que se deslocar por conta própria para o CCA. E precisa comer do lado de fora. A falta de espaço dentro do restaurante acaba forçando os alunos — tanto de um campus quanto do outro — a ocuparem as mesas que ficam espalhadas pelo espaço externo ou, muitas vezes, comerem no chão.

Mas a falta de mesas e cadeiras não é o único problema. Alunos isentos são barrados na entrada sob a alegação de que já receberem o auxílio financeiro da PRAE — de R$7,50 para uma refeição ou de R$15,00 para duas (almoço e jantar).

[widgetkit id=9648]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.