30 anos do Departamento de Jornalismo da UFSC

Reportagem: Brenda Thomé (brendathome@gmail.com), Natália Pilati (natt.ufsc@gmail.com) e Pâmela Carbonari (pamelacarbonari@gmail.com)
Arte: Merlim Malacoski (merlimiriane@gmail.com)

Neste ano, o Departamento de Jornalismo da UFSC completa 30 anos de existência. Foi criado em 10 de fevereiro de 1983 e, desde então, já formou 1065 profissionais. Atualmente, 250 alunos estão matriculados na graduação. Para comemorar este aniversário, o Cotidiano UFSC reuniu depoimentos de ex-alunos e de servidores que fizeram parte da história do curso.
(Clique nas fotos para ler os depoimentos)

[swfobj src=”http://cotidiano.sites.ufsc.br/wp-content/uploads/2013/04/especial30anosdojor1.swf” width=”900 px” height=”500 px” align=”center”]

 

DSC_0276Professor e chefe de Departamento Carlos Locatelli foi aluno do curso de 1987 a 1990. Desde 93 é professor do Jornalismo e já lecionou disciplinas de Redação de primeira à quarta fase, Jornalismo Econômico, Reportagem, Politicas de Comunicação e Técnica de Projeto. Em maio do ano passado assumiu a chefia do Departamento de Jornalismo.

O aniversário do Departamento

“Os 30 anos  é um êxito do projeto de uma geração, temos um curso consolidado com uma das maiores taxas de formação do país. No passado, havia falta não só de equipamentos como máquina de escrever ou computadores, mas até de materiais básicos como papel higiênico. Agora todas as condições estão dadas e são compatíveis com algumas das melhores empresas e faculdades do país.”

O Departamento

“Somos um departamento pequeno. Temos uma graduação com 250 estudantes, uma pós-gradução com 17 alunos , e um curso de mestrado. Por isso, 23 professores acabam gastando 50% de sua carga horaria com assuntos administrativos. Esse desvio de função faz com que eles dediquem menos tempo que poderiam à pesquisa e ensino.Uma saída a ser pensada em conjunto para esse problema seria ampliar a graduação, aumentando o número de vagas, por exemplo, o que significaria mais oportunidades aos interessados em cursar jornalismo. Ou ainda criar outra pós-graduacao ou mestrado. Talvez haja necessidade de ampliar o espaço físico do Departamento para que possamos abrigar mais alunos por laboratório.”

O futuro do Departamento

“Se no primeiro ano de gestão estávamos aprendendo a chefiar e tentando criar um ambiente de trabalho em que os professores se sentissem motivados, agora queremos nos dedicar à discussão do futuro do Departamento. O papel do jornalista tem sido bastante questionado e há uma erosão da velha percepção do jornalismo. Precisamos repensar que tipo de curso queremos para os próximos anos; se vamos ensinar para 250 estudantes ou mais; se vamos nos aproximar mais do mercado de trabalho ou não; se vamos formar jornalistas para a grande imprensa ou mais voltados ao empreendedorismo.”

Excelência

“Hoje, de todos os nossos professores, apenas três não tem doutorado. O Departamento é a soma das nossas qualificações. Mas, mais que isso, é necessária constante reciclagem. Eu, por exemplo, não posso voltar a dar Redação como dava em 2003. Tenho que pensar novas situações como a possibilidade dos leitores hoje em se informar diretamente pelas redes sociais.”

 

2 comentários em “30 anos do Departamento de Jornalismo da UFSC

  • 27 de abril de 2013 em 16:01
    Permalink

    Muito legal a matéria. Só queria retificar que temos professores sem doutorado no departamento, então não confere essa frase de que ‘pela primeira vez todos têm doutorado’.

    Resposta
    • 2 de maio de 2013 em 18:05
      Permalink

      Agradecemos pelo acesso e já fizemos a devida correção.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.