Falta de vagas no estacionamento faz com que motoristas utilizem locais irregulares

Texto: Giulia Gaia (giuliaogaia@gmail.com) e Fotos: Natália Huf (nataliahuf@gmail.com)

As quatro mil vagas existentes são poucas para quase 40 mil pessoas, entre alunos, professores e servidores que circulam pela Universidade, fazendo com que alguns motoristas estacionem em vagas destinadas a deficientes, calçadas e gramados.

O episódio não é inédito, desde 2012 isso vem acontecendo e uma campanha foi criada para a conscientização desses motoristas. Sendo o câmpus regulado pelo Departamento de Segurança da Universidade (DESEG), os donos dos veículos apenas recebem uma notificação de caráter pedagógico deixada nos painéis, já que só podem ser multados por policiais militares ou guardas municipais. O mesmo não se aplica para a rótula da Biblioteca Universitária – visto que é via pública e não terreno da Universidade -, se estacionado ali, o carro pode ser guinchado e o motorista multado.

[widgetkit id=12441]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.