Pablo Villaça e Rebecca Silva discutem entretenimento na mídia em palestra na UFSC

Written by admin on . Posted in Geral, Reportagens

Rebecca Silva e Pablo Vilaça acompanhados da professora Leslie Chaves na palestra sobre jornalismo cultural. Foto: Lívia Tokasik.

Pablo Villaça e Rebecca Silva, acompanhados da professora Leslie Chaves (centro), na palestra sobre jornalismo cultural. Foto: Lívia Schumacher.

Música e cinema foram destaques na mesa Jornalismo cultural: mídia e entretenimento, que aconteceu na última terça-feira, dia 25, no auditório da reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A repórter Rebecca Silva e o crítico Pablo Villaça se reuniram com o público para compartilhar suas experiências e os desafios de trabalhar no meio cultural. A palestra foi mediada pela professora Leslie Sedrez Chaves, do Departamento de Jornalismo da UFSC, e faz parte da 17ª edição da Semana Acadêmica do curso.

Como repórter da Billboard Brasil há três anos, Rebecca ressaltou que escrever sobre música, conversar com artistas e cobrir festivais pode ser divertido, mas não deixa de ser um trabalho com cobranças e prazos. Além disso, dificilmente ela escreve só sobre músicas e artistas de que gosta ou conhece, e destacou a importância de estar preparada para todo tipo de pauta. A jornalista ainda enfatizou para os futuros jornalistas e comunicadores que é importante não confundir a relação que estabelecem com as fontes e achar que há amizade ali. “Todo mundo tem um interesse, todo mundo está trabalhando”.

O distanciamento das fontes também é uma estratégia de Pablo Villaça, que há mais de 20 anos escreve para o Cinema em Cena. Com bom humor, o crítico contou que prefere não estragar a imagem idealizada que tem de alguns artistas. Além disso, ele revelou que opta por não realizar entrevistas rápidas ou em coletivas de imprensa, já que dessa forma não consegue um aprofundamento ideal para suas críticas.

Os convidados responderam questões do público e deram dicas para quem pretende seguir na área do entretenimento. Eles concordam que estudar e se aprofundar no tema de interesse é fundamental para adquirir bagagem, formação teórica e experiência para criar um bom conteúdo. “Se você tem interesse numa área cultural, estude. Porque as pessoas tem aquela sensação de que, como é arte, minha opinião vale tanto quanto outra – e essa é uma percepção muito errada. A opinião depende de argumento, ela não é só ‘eu acho que’”, enfatizou Villaça.

A 17ª edição da Semana Acadêmica de Jornalismo da UFSC acontece até sexta-feira, dia 28. A programação completa pode ser conferida na página do evento.