“O caminho entre a objetividade e as fakenews passa pela linguagem”.

Written by admin on . Posted in Reportagens

Texto e Fotografia por Georgia Rovaris (georgiarovaris1@gmail.com) e Rodrigo Barbosa (rodrigobpp@hotmail.com)

Um auditório lotado de estudantes, profissionais e professores foi o que se viu na aula magna do Curso de Jornalismo da UFSC, na terça, dia 09. Com o tema  “40 anos de Jornalismo: da objetividade às fake news”, ministrada pelo professor Nilson Lage, a aula teve a participação do Professor Eduardo Meditsch e do Jornalista e ex-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murillo de Andrade. Nela, foram discutidos assuntos como democracia, atual situação política do Brasil, objetividade do Jornalismo e a subjetividade da verdade.

Comentando sobre o tema principal, Lage afirma como os jornalistas têm responsabilidade sobre o que escrevem e que a linguagem é muito importante para que não se crie falsas concepções do que é apresentado como informação. “O caminho entre objetividade e fake news passa pela linguagem”.

Com mais de 50 anos de atividade profissional, Nilson Lage é Jornalista, Doutor em Linguística e Filosofia, Mestre em Comunicação e Bacharel em Letras. Foi professor titular da UFSC e Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Escreveu livros como A reportagem: teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística”, “A linguagem jornalística”, “Teoria e técnica do texto jornalístico” e “A estrutura da notícia”.

Confira algumas imagens: