Associação Amigos do Hospital Universitário inaugura casa de apoio para acompanhantes

Written by admin on . Posted in Arquivo, Reportagens

Texto: Larissa Gaspar ( larissa.gasparcp@gmail.com )  Fotos: Luiza Kons (lupkons@gmail.com)

Viajar mais de mil quilômetros para acompanhar um parente num tratamento médico no Hospital Universitário (HU) da UFSC não é uma tarefa fácil e, muitas vezes o planejamento da própria estada durante este período costuma ficar em segundo plano. Foi pensando na situação destes acompanhantes que a Associação Amigos do Hospital Universitário (AAHU) inaugurou, em 9 de novembro, a Casa de Acolhida Amigos do Hospital Universitário.

Sônia Maria trabalha há três anos como voluntária na AAHU

A casa tem capacidade para acomodar até 12 pessoas e inicialmente vai oferecer dormitórios, duas refeições diárias, local para o banho e lavação de roupas. O espaço tem  duas funcionárias Sônia Maria de Andrade e  Luciane Santos, responsáveis pela manutenção, orientação dos acompanhantes e pelo registro das permanências “no começo tive medo de ficar abalada emocionalmente, mas isso não aconteceu ” comenta Sônia,  que evita falar de doenças na Casa de Acolhida.

O Serviço Social do HU identificará as pessoas que poderão usar o serviço que a AAHU oferece, dentro dos critérios estabelecidos pelo setor. Serão considerados, na avaliação, a gravidade do estado do paciente que está sendo acompanhado e a duração do tratamento.

A presidente da AAHU, Ana Maria Faria Dutra, diz que “a casa foi criada tendo em vista a necessidade do HU em acomodar os acompanhantes de pacientes, principalmente os que estão na UTI. Também faz parte do processo de humanização do atendimento e era um sonho da AAHU ter esse espaço para acolher os acompanhantes”.

Saiba como ajudar a AAHU

As contribuições podem ser feitas em dinheiro, destinado ao pagamento de funcionários e do aluguel do imóvel. Mas a instituição também recebe doações de cestas básicas, materiais de higiene, enxovais para recém-nascidos, roupas, calçados, livros, materiais para confecção de artesanato e realiza brechós e bazares para angariar fundos. O trabalho da entidade é realizado por meio de doações da comunidade, de empresas e da Receita Federal.

Hospital Infantil Joana de Gusmão também possui casa de apoio

A Casa de Apoio da Vovó Gertrudes,  que abriga crianças em tratamento contra o câncer e seu acompanhante, foi inaugurada em abril deste ano.

A casa é mantida pela Associação de Voluntários do Hospital Joana Gusmão (AVOS) e possui 1.826m². Em cada um dos quartos dos 20 apartamentos, além da cama de solteiro e outra hospitalar- para facilitar o atendimento do médico à criança, há armário e banheiro. Foram investidos 2,5 milhões de reais para a construção da casa, sustentada com a ajuda de 5.394 doadores.

Apesar de ter sido inaugurada há um ano, o imóvel só passou a receber crianças em janeiro de 2015 devido a problemas com alvarás e infiltrações. Atualmente, no espaço convivem em média dez crianças em tratamento contra o câncer e seu acompanhante, na maioria das vezes a mãe. O auditório com capacidade para 50 pessoas, a área de lazer, cozinha e refeitório, sala de informática, capela ecumênica e brinquedoteca são os espaços que as crianças hospedadas na casa de apoio têm para passar o tempo quando não estão fazendo exames.