Drones na Universidade: segurança aérea para os estudantes

Written by admin on . Posted in Reportagens

O futuro já é o presente. É só olhar para o céu da Universidade Federal de Santa Catarina e ver que veículos aéreos não tripulados auxiliam na segurança do campus. A crescente utilização dos drones nas mais várias áreas econômicas e sociais fez com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) regulamentasse essa atividade no mês passado. As regras visam sobretudo a segurança das pessoas e promover o desenvolvimento sustentável da área.

Inicialmente concebidos para atuar nas guerras, os drones sobrevoam, além das nossas cabeças, os limites imaginados. Nos anos 80 a necessidade de ter uma tripulação para operar um veículo aéreo no reconhecimento de terrenos em ataques e espionagens se transformou numa preocupação para os militares americanos. Assim as máquinas se tornaram uma maneira viável e inovadora de combate.

Com o tempo a popularização do equipamento e da tecnologia os tornou recreativos e viraram um “primo moderno” dos já conhecidos aeromodelos. E com a simples ideia de colocar uma câmera nestas máquinas a sua atuação vem se tornando cada vez mais recorrente como ferramenta de trabalho e negócio. Hoje aperfeiçoam o mapeamento das áreas no agronegócio, auxiliam na topografia de locais para mineração e atuam até no auxílio de resgate de acidentados nas estradas do país.

Aqui pela UFSC eles ajudarão nas atividades de prevenção à violência, explica o diretor de segurança Leandro de Oliveira. “A intenção é que sejam feitos no mínimo dois a quatro sobrevoos diários ou em atendimento de ocorrências pontuais como levantamento de áreas de risco em terrenos da UFSC ou em coberturas de grandes áreas de estacionamento”.

Para regulamentar o uso dos drones,  a ANAC decidiu implementar o cadastro obrigatório de máquinas acima de 250g, seja para fins comerciais ou recreativos. Segundo Taiele Schwartzhaupt representante de uma empresa catarinense de mapeamento aéreo o crescimento de 15% nas vendas dos drones, depois desta e outras medidas sancionadas pela Agência, indica uma maior confiança da população quanto ao seu uso

“A regulamentação veio para padronizar e legalizar o uso com segurança e profissionalismo dos drones. Essa tecnologia veio para suprir a necessidade de informações rápidas e precisas, de uma maneira inovadora e segura”.

Conheça as principais regras para o uso deste equipamento que mais dia ou menos dia estará bem perto de você.

infográfico drones

Trackback from your site.

Leave a comment