Author Archive

Festival Saravá 2018: Confira entrevistas com Carne Doce, Letrux, Bike e outros!

Written by cotidiano on . Posted in Reportagens

sarava_1

Reportagem e fotografia: Pedro Valls (pedrobermondv@gmail.com)

 

Entre os dias 9 e 11 de março, aconteceu em Florianópolis o “Festival Saravá”, evento que trouxe novidades e grande prestígio para a cena de música autoral da cidade. Foram três noites e madrugadas de muita música, com apresentações de 14 bandas, tanto locais quanto interestaduais, desconhecidas e consolidadas, tudo em meio a exposições artísticas e intercâmbio cultural.

O Cotidiano UFSC, em parceria com Esquina Paranóia e a Rádio Ponto UFSC, entrevistou artistas presentes em todos os dias do festival. Vamos conhecer um pouco mais da música independente do país? CLIQUE AQUI e acompanhe as entrevistas.

 

 

Carne Doce (GO) – [Entrevista é a primeira do vídeo]

Um dos nomes mais proeminentes da atual cena de rock nacional, os músicos goianos vêm conquistando popularidade e reconhecimento da crítica com os dois discos já lançados (“Carne Doce” de 2014 e “Princesa” de 2016) e também com as apresentações por todo o Brasil. O som da banda é uma mistura de indie rock e um pouco de math rock, com a psicodelia inspirando timbres e ritmos.

 

La Leuca (SC) – [Entrevista começa aos 6:17 do vídeo]

A parceria entre as musicistas nasceu nos palcos livres do Psicodália e no Garagem 2020, uma escola de música de Florianópolis. Desde a formação no começo de 2017, as meninas, que tocam em formação clássica de rock, com guitarra, baixo e bateria, vêm se apresentando em numerosos festivais da ilha, fazendo um som influenciado pelo rock psicodélico dos anos 1960 e 1970.

 

Bike (SP) – [Entrevista tem início aos 13:18 do vídeo]

Com três álbuns lançados e três anos de estrada, passando pela Europa e por muitos cantos do Brasil, o grupo Bike garantiu seu posto entre os principais artistas da cena psicodélica nacional. No momento, a banda toca divulgando seu recém-lançado terceiro álbum: Their Shamanic Majesties Third Request.

 

Mulamba (PR) – [Entrevista aos 19:25 do vídeo]

Obs: A entrevista teve duração reduzida devida à pressa de turnê da banda.

Mais um conjunto formado só por mulheres, que junta percussão e cordas eruditas com poesia, MPB e Rock. A banda conquista proeminência na cena independente do país com performances irreverentes e a militância feminista marcante.

 

Orquestra Manancial da Alvorada (SC) – [Entrevista aos 21:06 do vídeo]

Eles se descrevem como compositores de “hibridismo vira-lata e world music transgressiva”. Uma síntese audaciosa, mas que não falha em retratar a verdade por trás da música do octeto catarinense. Formado em 2015, o time de multi-instrumentistas conquistou muitos fãs nos últimos três anos, apresentando performances diferenciadas, que mesclam as artes cênicas e o cinema com a música.

 

Letrux (RJ) – [Entrevista aos 26:16 do vídeo]

Letrux é o nome artístico de Letícia Novaes, atriz e musicista carioca que alcançou sucesso comercial com o Letuce – duo de MPB que integrava na companhia de seu ex-marido – e posteriormente como artista solo. A sonoridade dela nessa empreitada solo é uma revisão do Synth Pop oitentista, complementado com poesia leve, por vezes até cômica. Seu primeiro CD chama-se “Em Noite de Climão”.