Author Archive

Termina paralisação estudantil na UFSC.

Written by admin on . Posted in Arquivo, Reportagens

Texto e arte: Larissa Gaspar (larissa.gasparcp@gmail.com) *

No último mês, estudantes de 17 cursos de graduação da Universidade Federal de Santa Catarina decidiram deflagrar greve: Serviço Social, Letras Libras, Artes Cênicas, Ciências Sociais, Ciências Biológicas, Pedagogia, Psicologia, Geografia, Geologia, Oceanografia, Educação do Campo, História, Arquitetura e Farmácia. Além da capital, três cursos do campus de Curitibanos também entraram em greve: Medicina Veterinária, Agronomia e Engenharia Florestal. Os motivos variaram desde apoio à greve dos servidores técnico-administrativos, falta de material para aulas práticas e contra aos cortes no orçamento do Ministério da Educação.

Apesar de pouco ter mudado,  no campus de Florianópolis, os cursos que aderiram as paralisações como Geografia, Geologia, Oceanografia, Ciências Sociais, Ciências Biológicas, História, Arquitetura, Letras Libras, Psicologia, Museologia e Farmácia já estão em aulas normais. Os cursos do Campus Curitibanos também já retomaram as atividades.

GREVE UFSC

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O centro acadêmico de Oceanografia destacou que alguns professores ainda permanecem em greve, e por conta disso não há aula em algumas disciplinas. “Ainda temos várias deficiências no curso, mas vamos tentar resolver esses problemas por meios mais “burocráticos”. Criamos algumas comissões para esses problemas mais específicos”.

Em Assembleia Geral Estudantil realizada na última sexta-feira (04),  estudantes de Ciências Biológicas da UFSC deliberaram a volta às aulas em “estado de greve”, após duas semanas marcadas por intensa mobilização. O estado de greve busca iniciar negociações com a Direção do CCB e a Coordenação do curso em pautas locais.

No curso de Libras a coordenação permanece em greve. Na arquitetura, alguns professores ainda estão em greve. Os cursos de Serviço Social,  Artes Cênicas e Pedagogia permanecem paralisados. 

A Assembleia Geral Extraordinária, convocada pela Apufsc para quarta-feira (2) para deliberar sobre indicativo de greve, não alcançou o quórum necessário. Apenas 75 filiados ao sindicato compareceram, enquanto o Estatuto exige a presença de 5% de sindicalizados, ou seja, 128 professores. Como não houve notificação oficial à reitoria, todas as mobilizações são independentes e extraoficiais.

 

*Colaborou Luiza Kons